O SIX Sigma, também conhecido como Sigma Seis, representa um conjunto de práticas desenvolvidas com o objetivo de maximizar o desempenho dos processos realizados dentro de uma empresa. A ideia central dessa metodologia é eliminar defeitos e inconformidades nas operações, visando a ampliar a sua eficácia e a sua eficiência.

Criado em 1987, ele começou a ser aplicado, pelo seu criador Bill Smith, na empresa Motorola. No entanto, só ganhou força em 1995, quando Jack Welch o popularizou em todo o mundo. Hoje, o SIX Sigma é considerado uma das principais abordagens quando o assunto é qualidade e sucesso de uma organização empresarial.

Alguns especialistas definem o SIX Sigma como uma estratégia de planejamento gerencial, focada no resultado, visando a promover mudanças em empresas que levem à melhoria dos processos, produtos e serviços oferecidos aos seus clientes. Nesse sentido, o foco central do SIX é satisfazer clientes por meio da redução dos problemas durante os processos produtivos e pela qualidade no desempenho da empresa.

Neste post, você vai ter acesso a um panorama completo sobre o tema, aprofundando os conceitos e entendendo os objetivos, os benefícios e como implementar o SIX Sigma no seu negócio. Acompanhe!

Conceito e objetivos do SIX Sigma

Peter Pande, um conhecido americano que atua como consultor empresarial e teórico organizacional, conceitua o Six Sigma como:

“um sistema abrangente e flexível para alcançar, sustentar e maximizar o processo empresarial. O Six Sigma é singularmente impulsionado por uma estreita compreensão das necessidades dos clientes, pelo uso disciplinado de fatos, dados e análises estatísticas e a atenção diligente à gestão, melhoria e reinvenção dos processos de negócios”.

Segundo o especialista, estão atreladas ao sucesso de uma corporação determinadas questões, como a redução de custos, a melhoria de produtividade, o crescimento do market share, a retenção de clientes, a redução de tempo de ciclo, a mudança cultural, a diminuição de defeitos e o desenvolvimento de produtos e serviços.

Funcionamento na prática

Conhecendo os conceitos, fica mais fácil compreender o funcionamento do SIX Sigma na prática. A metodologia funciona, basicamente, por meio da elaboração de metas e da aplicação de projetos que vão contribuir para alcançar os objetivos previamente traçados.

O sucesso da aplicação de uma estratégia de SIX Sigma depende basicamente do nível de engajamento e participação dos profissionais, importando a atuação de todos, desde o time de gestores até os colaboradores, que são os verdadeiros responsáveis por “fazer acontecer”. Na prática, a metodologia é dividida em três etapas principais, que partem da definição, mediação e análise, com a segunda parte, que é a etapa de implementação de melhorias e, finalmente, o controle. Adiante, você entenderá melhor como cada uma dessas etapas é implementada dentro das empresas.

Benefícios da metodologia

Antes de conhecer a implementação do SIX Sigma, é importante entender quais são os benefícios dessa metodologia para as empresas, uma vez que ela impacta em diversas frentes do negócio.

De forma geral, podemos afirmar que as empresas que adotam o Sigma Seis em seus processos produtivos traçam um caminho no sentido da excelência organizacional. Assim, o uso da escala de qualidade permite que a organização compreenda a sua evolução durante o percurso de implantação, incorporação e resultados.

Vale lembrar que o objetivo central do Sigma é alcançar os melhores resultados, reduzindo ao máximo os defeitos e solucionando problemas comuns à rotina. Dessa forma, entre as vantagens alcançadas pelas empresas que utilizam a abordagem do SIX Sigma, podemos destacar:

  • melhora visível e significativa na eficiência dos processos internos;
  • redução ou eliminação total dos defeitos atrelados ao negócio;
  • otimização dos ciclos dos processos e redução do tempo dedicado a cada um deles, somado ao aumento da qualidade de cada ciclo;
  • redução dos custos relacionados à baixa qualidade dos produtos, ocasionada pela gestão inadequada dos processos e, como consequência, melhora do serviço/produto oferecido ao cliente final.

Também é importante mencionar que o SIX Sigma permite que o gestor tome decisões mais definitivas e precisas, já que ele se torna capaz de eliminar custos e processos que não agregam valor ao negócio.

Implementação do SIX Sigma

Você já entendeu a importância e o impacto que o SIX Sigma causa em uma empresa. Além disso, pôde perceber que a metodologia aborda todos os processos de produção. Isso significa que a ferramenta é muito completa, podendo atender às necessidades e particularidades de qualquer negócio, sempre com foco na qualificação dos processos.

Nesse contexto, a etapa de implementação do Sigma é dividida em três partes principais — a primeira, de desenvolvimento de projeto; a segunda, de execução; a terceira, de finalização. Entenda, a seguir, como isso acontece na prática.

Etapa 1: desenvolvimento do projeto (definição, mediação e análise)

Nessa etapa, são definidos quais os objetivos e as metas de melhoria dentro da empresa. A ideia é que essas metas sejam vistas como objetivos estratégicos. Esse processo inclui a mensuração e a análise do atual sistema operacional e gerencial. É necessário que o gestor compreenda que as melhorias só poderão ser implementadas se ele tiver conhecimento acerca de todos os seus processos e das necessidades atreladas a ele.

Como a metodologia está baseada em estatística e matemática, esse processo inicial inclui também a necessidade de estabelecer métricas, que servirão como parâmetro para todo o desenvolvimento do trabalho.

Etapa 2: execução do projeto (implementação de melhorias)

A segunda etapa trata da execução propriamente dita. Nesse momento, o gestor terá mais clareza com relação às falhas no seu processo, criando condições que embasem a definição das estratégias de mudança/melhoria.

Etapa 3: finalização do projeto (controle e monitoramento)

A etapa final é uma consequência natural dos procedimentos anteriores. Depois de analisar e compreender o contexto no qual a empresa está inserida, o gestor encontra naturalmente as oportunidades de implementação de melhorias.

Com base nisso, é preciso avaliar constantemente se essas mudanças estão apresentando bons resultados. Isso acontece com um monitoramento que busca sempre melhorar os processos e obter cada vez mais resultados significativos.

Como você pôde ver, a metodologia do Sigma Seis ensina muito para os gestores, contribuindo significativamente para a obtenção de resultados favoráveis à organização. Se você é gestor e quer melhorar o desempenho da sua empresa, aposte em técnicas como essa e crie condições de melhorias constantes no seu negócio.

Você gostou deste artigo sobre SIX Sigma? Então, compartilhe este conteúdo nas redes sociais e ajude outros empresários na busca de qualidade e eficiência para a gestão das suas empresas.

Escreva um comentário